5 hábitos que prejudicam a sua fertilidade

  • 02/02
  • BLOG VERHUM
  • Instituto Verhum

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a infertilidade afeta cerca de 15% da população. Além disso, segundo a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), o país conta com oito milhões de pessoas inférteis.


As razões para esses números elevados são variadas. Endometriose, varicocele, síndrome dos ovários policísticos, carência hormonal, azoospermia (ausência de espermatozóide no sêmen) e idade avançada são alguns dos fatores mais relacionados à infertilidade. 


Além das menções acima, existem alguns hábitos rotineiros que também podem prejudicar a fertilidade, tanto do homem quanto da mulher. Por isso, é importante saber quais são eles e assim evitar que eles façam parte do seu dia a dia, prevenindo problemas de saúde e aumentando suas chances de engravidar. 


É exatamente isso que você irá encontrar neste texto, então fique por aqui até o final e descubra tudo!


Conheça abaixo 5 hábitos que prejudicam a fertilidade


É preciso lembrar que os itens citados abaixo não necessariamente são a causa exata de sua infertilidade ou significam que você terá problemas na fertilidade. Mesmo assim, até por questões gerais de saúde, eles são hábitos que devem ser evitados. Vamos lá!


1- Sedentarismo


Uma grande parte da população brasileira é sedentária, ou seja, não realiza qualquer exercício físico. Apesar de ser algo muito comum, esse é um hábito bem prejudicial à fertilidade.


Isso porque, no corpo feminino, o sedentarismo pode desequilibrar os hormônios e o metabolismo, o que afeta a ovulação e o ciclo menstrual. Já o corpo masculino sedentário pode ter o fluxo sanguíneo alterado, reduzindo os níveis de oxigênio no sistema reprodutor.


Ao realizar atividades físicas (moderadamente, pois em excesso também causam problemas), o corpo tem uma oxigenação melhor e os espermatozóides ficam com uma qualidade mais elevada. 


2- Alimentação desequilibrada


Acredite, a alimentação pode influenciar a fertilidade diretamente. Ter o hábito de comer poucos vegetais, frutas e legumes é prejudicial não apenas a quem está tentando engravidar, mas a qualquer pessoa. Afinal, para funcionar corretamente, o nosso corpo necessita de minerais, vitaminas e outros nutrientes derivados de uma dieta balanceada.


Especificamente falando de tentantes, podemos dizer que alimentos como ovos, peixes e sementes são cruciais para a sua rotina. Isso porque eles contém selênio, ômega-3 e ácidos graxos benéficos aos órgãos reprodutores.


Também vale lembrar que comer alimentos pouco saudáveis em excesso pode gerar a obesidade, que atrapalha muito a fertilidade masculina e feminina. Além disso, o sobrepeso também pode tirar o apetite sexual.


3- Tabagismo


Um dos maiores hábitos prejudiciais à fertilidade certamente é o fumo. Isso ocorre porque o alcatrão e a nicotina, presentes no cigarro, são um grande obstáculo na saúde reprodutiva. Para você ter uma ideia, o tabagismo é capaz de danificar os óvulos, acelerar a menopausa, reduzir a quantidade de espermatozóides e afetar o DNA do esperma, deteriorando o poder de fecundação. 


Infelizmente, para algumas pessoas, o cigarro é uma dependência. Contudo, os tentantes devem fazer o máximo para eliminar esse hábito aos poucos até parar totalmente. Afinal, ele não é apenas prejudicial na pré gestação, mas também durante e depois.


4- Pouco sono


Você tem dificuldade para dormir ou não consegue descansar o suficiente? Saiba que um sono com menos de oito horas pode prejudicar a fertilidade tanto de homens quanto de mulheres. Isso porque o metabolismo é afetado, o que desregula os hormônios e altera o funcionamento dos órgãos reprodutores. 


A melatonina, hormônio produzido durante o sono, é um ótimo antioxidante que colabora para as funções do sistema reprodutivo. No corpo feminino, por exemplo, ele é capaz de colaborar para a qualidade do óvulo e melhorar as chances de fertilização. Já nos homens, a ausência da melatonina pode diminuir a produção de espermatozóides. 


5- Excesso de álcool


Tudo bem aproveitar bebidas alcoólicas em ocasiões especiais. A questão aqui não é eliminar totalmente o álcool de sua vida - a não ser que você sofra com dependência. O ponto é evitar o consumo excessivo dessas bebidas, pois a substância pode sim prejudicar a fertilidade de homens e mulheres.


Para você ter uma ideia, no corpo masculino, o álcool em excesso pode reduzir a produção de testosterona e assim abaixar o nível de esperma, levando-o à disfunção erétil. Nas mulheres, além de prejudicar a fertilidade, o álcool também é altamente danoso ao feto, podendo gerar má formação e até síndrome de abstinência no bebê.



Se você está tentando engravidar e não consegue se livrar desses hábitos que prejudicam a fertilidade, ou gostaria de receber orientações específicas sobre como aumentar suas chances de concepção, pode contar com o Instituto Verhum.


Nós temos uma equipe completa de médicos ginecologistas, obstetras, psicólogos, nutricionistas e outros profissionais prontos para lhe acolher da melhor forma possível.


Desde a sua fundação, o Instituto Verhum já registrou mais de 1.000 bebês nascidos através de técnicas como inseminação artificial e fertilização in vitro. Por isso, se você sonha em ter um filho, não deixe de entrar em contato conosco através do Whatsapp (61) 9660-4545 ou pelo telefone (61) 3365-4545.



VOLTAR