É possível engravidar com Síndrome dos Ovários Policísticos?

  • 06/12
  • BLOG VERHUM
  • Instituto Verhum

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é um problema relativamente comum nas mulheres que se encontram em idade reprodutiva. De acordo com dados publicados pela Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, a SOP acomete aproximadamente 13% da população feminina, sendo frequente sua associação com distúrbios metabólicos.


Podendo causar um desequilíbrio hormonal e afetar diretamente os ovários, a SOP pode interferir na fertilidade da mulher, tornando-se um obstáculo para a gravidez natural. De fato, as pacientes que sofrem de SOP acabam enfrentando dificuldades para realizar o sonho de ser mãe, devido aos fatores intrínsecos da doença.


Mas, felizmente, com os avanços da medicina reprodutiva, já é possível engravidar mesmo com o diagnóstico de SOP.  Acompanhe as próximas informações e saiba mais:


O que é SOP?


A síndrome dos ovários policísticos é definida como anovulação crônica associada ao hiperandrogenismo. Contudo há mulheres que podem, eventualmente, ter ciclos menstruais regulares. Portanto, a definição ainda é tema de discussão e seu diagnóstico é feito com base em critérios clínico-laboratoriais.


As causas da SOP ainda são desconhecidas, mas sabe-se que metade das pacientes que apresentam essa síndrome também possuem desequilíbrios na produção de insulina ou problemas nas glândulas hipófise, hipotálamo e adrenais, o que gera maior produção de hormônios masculino no organismo.


Sintomas da SOP


  • Menstruação irregular: geralmente, os ciclos menstruais são espaçados, a mulher menstrua poucas vezes ao ano. Em alguns casos, pode ocorrer menstruação intensa ou ausência de menstruação;

  • Hirsutismo: aumento de pelos na face, seios e região abdominal;

  • Tendência à obesidade: o ganho de peso torna-se mais frequente;

  • Acne: as glândulas sebáceas passam a produzir mais oleosidade, predispondo ao surgimento de cravos e espinhas;

  • Infertilidade: a paciente não consegue engravidar após um ano de tentativas;

  • Alopecia: a paciente experimenta queda de cabelo;

  • Depressão: perda de energia e sentimentos de tristeza recorrentes.


Como a SOP atrapalha a fertilidade?



A SOP pode interferir diretamente na ovulação. Desse modo, a paciente acaba ovulando menos ou de maneira irregular e, em alguns casos, pode ocorrer até mesmo a anovulação — que é a ausência completa de ovulação.


Evidentemente, quando não há liberação de óvulos, a gravidez não pode acontecer. Daí a importância de procurar um especialista em medicina reprodutiva quando não há sucesso nas tentativas de concepção natural. Embora a SOP possa causar infertilidade em muitas mulheres, é possível contornar esse problema com técnicas específicas de reprodução assistida.

Como engravidar com SOP?


Muitas mulheres que apresentam a síndrome dos ovários policísticos conseguem engravidar após uma mudança no estilo de vida e a realização de tratamentos de fertilidade.


Na maioria dos casos, a primeira opção de tratamento é a mudança no estilo de vida com a finalidade de regular a menstruação. Com a normalização do ciclo menstrual, aumentam as chances de ovulação e concepção natural.


Outra opção de tratamento para mulheres com SOP é a indução da ovulação associada ao coito programado. Neste método, o médico fará a prescrição de medicamentos capazes de estimular a liberação de um óvulo e indicará à paciente os dias mais adequados para a relação sexual com o seu parceiro. 


Se esses tratamentos não resultarem em gravidez, outras opções são a Inseminação Intrauterina (IIU) ou Fertilização in vitro (FIV). Na FIV, haverá a coleta de óvulos da paciente (após estimulação ovariana) e dos espermatozoides do seu parceiro ou de um doador.


Instituto Verhum - Referência em reprodução assistida


Se você foi diagnosticada com SOP, mas deseja engravidar, agende uma consulta no Instituto Verhum. Somos especialistas em técnicas de reprodução assistida e podemos ajudar você a realizar o sonho de ser mãe.


Nossa equipe é composta por médicos experientes e renomados, capazes de conduzir tratamentos de fertilidade com o máximo rigor técnico-científico, sem deixar de lado o atendimento humanizado e acolhedor.


Desde a sua fundação, o Instituto Verhum já registrou mais de 1.000 bebês nascidos através de técnicas como inseminação artificial e fertilização in vitro. Por isso, se você sonha em ter um filho, não deixe de entrar em contato conosco através do Whatsapp (61) 9660-4545 ou pelo telefone 61) 3365-4545.

VOLTAR